Bárbara Salimena

Juiz de Fora - MG
contatoholychic@gmail.com
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Resenha - O oceano no fim do caminho, de Neil Gaiman

11/05/2014

Não é novidade para ninguém o quanto eu amo os livros do Neil Gaiman, e o quanto eu o admiro como escritor.

 

Neil Gaiman é um autor britânico, cujos livros em geral possuem uma temática fantasiosa, com personagens e acontecimentos sombrios, sejam os livros destinados à adultos ou crianças. Gaiman é principalmente conhecido por ser o autor de Sandman, uma série de HQ's de sucesso dos anos 1988.

 

Alguns de seus famosos livros infanto-juvenis são “Stardust” e “Coraline”, sendo que o último foi inclusive adaptado para o cinema. Já como exemplos de livros mais adultos, temos seus volumes de conto “Coisas Frágeis”, o romance “Deuses Americanos”, “Belas Maldições”, etc.

 

A obra “O Oceano no Fim do Caminho” é uma mistura de literatura infanto-juvenil com fábula para adultos. O romance é narrado pelo protagonista que já adulto, retorna à Sussex (sua cidade de origem) para um velório, mas termina por desviar o caminho involuntariamente, sendo conduzido a um pequeno lago. Lá, ele revisita sua infância e todas as situações vividas por ali. Ao menos da mais importante. Uma história que estava totalmente esquecida, zelada em seu subconsciente, da qual ele foi recordando, sentado de frente para o lago, chamado de oceano pela pequena Lettie, sua amiga de infância.

 

A história é contada pelo menino de sete anos, que por vezes se parece um pouco com seu criador. É uma criança introspectiva, questionadora e amante dos livros, que vive um pouco no mundo da imaginação, como podemos observar quando ele diz “Fui para outro lugar em minha cabeça, para dentro de um livro. Era para onde eu ia sempre que a vida real ficava muito difícil ou muito inflexível”.

 

Os eventos incomuns começam com o suicídio inesperado de um inquilino, moedas estranhas aparecendo em lugares ainda mais imprevisíveis, e uma família que morava no fim do caminho. A família Hempstock.

 

No meio destes acontecimentos, o menino conhece Lettie, uma criança um poucos anos mais velha que ele na aparência, mas que no comportamento e conhecimento aparenta ter muito mais. Segundo a mesma, “Ninguém realmente se parece por fora com o que é de fato por dentro. Nem você. Nem eu. As pessoas são muito mais complicadas que isso. É assim com todo mundo”.

 

Lettie pertence à família Hempstock, que mora no fim do caminho, e é composta por sua avó, uma anciã muito sábia, sua mãe, representando a mulher adulta no ápice de sua fertilidade, e ela, uma criança. Em momento algum elas são retratadas como bruxas, mas o livro dá margem a essa interpretação, revelando as três faces da deusa (a tríade). As três são mulheres sábias que viveram muito e possuíam a sabedoria do Universo.

 

O livro nos envolve em uma áurea de mistério, nos levando a questionar a realidade dos eventos, visto que na mente de uma criança tudo é possível. Já os adultos, são limitados pelo trilhar de uma vida de compromissos aonde não há espaço para sonhos e fantasias.

 

Toda a história foi ou não real? São memórias de uma imaginação infantil, distorcida e fantasiosa ou nada mais que uma realidade cruel demais para se acreditar?

 

Um romance eletrizante, “uma fábula que nos lembra como nossa vida é ditada pelas experiências da infância. O que ganhamos com ela, e o preço que pagamos.”, como é citado na capa do livro.

 

De uma forma abstrata, Gaiman aborda temas como a fragilidade das relações familiares e da importância das verdadeiras amizades construídas na infância. Resumidamente, um livro que merece ser lido.

 

POSTADO POR: Renata Begati

A imagem não pertence ao Holy Chic. Foi encontrada na internet e reproduzida apenas para ilustrar o post.

Please reload

Playlist - Novembro 2019

18/11/2019

Halloween de última hora: guloseimas prontas

29/10/2019

1/5
Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

POSTS RECENTES

Please reload

TAGS

Please reload

Bárbara Salimena, 27 anos.

É formada nos cursos Artes e Design e Moda da UFJF. Vegetariana, é apaixonada por animais em geral, mas seus maiores amores são a cadelinha Isis e os gatinhos Mia, Vicky, Nick e Lucy. Adora moda, lanches, maquiagem, música, filmes e ler um bom livro.