Bárbara Salimena

Juiz de Fora - MG
contatoholychic@gmail.com
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Resenha - Festa no Céu (contém spoiler)

08/11/2014

 

Ok, o Halloween e o dia de Finados já passaram, mas nunca é tarde pra falar de doces, travessuras, celebrar a vida e lembrar com carinho daqueles que amamos e que já se foram... e também não é tarde pra falar de uma animação tão linda como essa!

 

Quando crianças ficam de castigo, elas geralmente não ganham um prêmio, isso é fato, mas nesse filme, as crianças que ficaram na detenção vão para o museu, na última visita do dia 02 de Novembro e recebem o privilégio de conhecer uma sala que não é aberta ao público (afinal, se não são como as outras crianças, não merecem ver o que as outras crianças viram). Nessa sala, elas veem  “a beleza gloriosa do México(!)”. Através da explicação da guia, eles descobrem quem são Catrina (La Muerte), Xibalba, Homem de Cera e os habitantes da antiga cidade de San Ángel, localizada no México, o centro do mundo e acima da Terra dos Lembrados (governada por Catrina), que por sua vez, fica acima da Terra dos Esquecidos (governada por Xibalba).

 

Xibalba é um trapaceiro e isso irrita a sua amada Catrina profundamente, então, para amenizar as coisas, eles escolhem três habitantes de San Ángel que são viventes do típico dilema mortal: os melhores amigos, Manolo e Joaquín, são apaixonados pela mesma garota, Maria. Manolo pertence a corajosa família dos Sanchez  e seu destino é ser toureiro, mas ele quer ser músico. Joaquín é filho de um militar que morreu salvando a cidade do terrível Chacal e sonha ser como o seu pai. Maria, por sua vez, é uma mocinha linda, independente e que ama os animais. Catrina e Xibalba resolvem apostar em quem se casará com Maria. Eles se disfarçam de velhinhos para testar a bondade deles. Catrina escolhe Manolo, e Xibalba escolhe Joaquín, mas como esse último era ganancioso, só realiza a boa ação em troca de algo, por isso, Xibalba lhe dá a medalha da vida eterna (que antes pertencia a Chacal).

 

O pai de Maria, prefeito da cidade, já não sabia mais o que fazer para dar um jeito na filha, então, resolve mandá-la para a Europa, e assim, os três amigos se separam. Com o passar dos anos, Manolo é treinado pelo seu pai, Carlos, para ser um toureiro, mas ele também continua treinando para ser músico, mesmo que em segredo e Joaquín treina para ser um herói. Os três se encontram no dia da primeira tourada de Manolo, mas as coisas não dão muito certo porque ele não quer matar o touro - o que deixa Maria ainda mais apaixonada. Xibalba não queria perder a aposta, por isso, quando Manolo pede para Maria encontra-lo do lado de fora da cidade, o governante da Terra dos Esquecidos transforma o seu cajado em uma cobra de duas cabeças a fim de matar Manolo, mas uma das cabeças da cobra acaba picando Maria. Para reencontrar sua amada, Manolo pede a Xibalba para ser mordido, mas ele é mordido pelas duas cabeças da cobra, e quando chega na Terra dos Lembrados, agora governada por Xibalba, que ganhou a aposta, descobre que Maria não morreu. Para reencontrar sua amada, Manolo precisa da ajuda de Catrina, que agora governa a Terra dos Esquecidos. Ele parte para a Caverna das Almas junto com sua mãe, Carmen e seu avô Luís, mesmo sabendo que todos os que tentaram fazer isso nunca retornaram de lá...


Provando a sua coragem, Manolo e sua família conhecem o Homem de Cera, que os leva até Catrina, que fica furiosa com Xibalba e o chama de volta para o seu antigo reino. Quando o trapaceiro chega, ele Manolo e Catrina resolvem fazer uma aposta. Se Manolo vencer, ele volta a viver, se ele perder, Xibalba pode governar os dois reinos. A aposta é simples: Manolo tem que enfrentar todos os touros mortos pela família Sanchez. Nesse meio tempo, Carlos é morto por Chacal, que invadiu San Ángel junto com seu bando, e ele chega na arena na hora exata em que seu filho está enfrentando  o touro gigante formado pelos touros que foram mortos pela família... mas Manolo não faz isso exatamente como um toureiro faria.

 

Manolo chega em San Ángel a fim de ajudar seu povo, e como era dia dos mortos e nesse dia os governantes dos reinos dos que já se foram tinham uma certa liberdade, os membros da família Sanchez voltam para ajudar Manolo e seus amigos.

 

Passada a luta, Joaquín e Manolo decidem que não serão mais apenas uma sombra de seus pais. E o pai de Maria decide deixar de convencê-la a casar-se com Joaquin, uma vez que a cidade não precisa mais de proteção, então e a e Manolo podem se casar (e viver felizes para sempre HEHEHE).

Produzido por Guilhermo del Toro (Hellboy, O labirinto do Fauno), Festa no céu é uma história de amor (de aventura e de magia), cheia de cores e pequenas lições pra vida. Entre as coisas mais legais do filme, temos os habitantes de San Ángel como bonequinhos de madeira (assim como são mostrados no museu), um porco muito simpático chamado Chuy e covers fofinhos de Mumford & Sons e Radiohead. Esse filme também lembra um pouco “A noiva Cadáver” do Tim Burton, que pra quem não sabe teve

um pezinho de inspiração na festa do Dia dos Mortos.

 

Na versão dublada (que é a que tá passando no cinema daqui de Juiz de Fora), com as vozes de Marisa Orth (Catrina) e Thiago Lacerda (Joaquín).

 

Apesar de todos os problemas, esse filme não deixa de fazer a gente pensar na vida (e na morte) com um pouco mais de alegria. Corre, que ainda tempo de assistir!

 

 

POSTADO POR: Barbara Maria

Imagem: cartaz de divulgação do filme.

Please reload

Unboxing - Livros 2019

22/03/2020

Playlist - Fevereiro 2020

25/02/2020

1/5
Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

POSTS RECENTES

Please reload

TAGS

Please reload

Bárbara Salimena, 28 anos.

É formada nos cursos Artes e Design e Moda da UFJF. Vegetariana, é apaixonada por animais em geral, mas seus maiores amores são a cadelinha Isis e os gatinhos Mia, Vicky, Nick e Lucy. Adora moda, lanches, maquiagem, música, filmes e ler um bom livro.