Bárbara Salimena

Juiz de Fora - MG
contatoholychic@gmail.com
  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

Como pintei minhas pontas de azul

Desde 2010 eu tinha vontade de pintar as pontinhas do meu cabelo de azul, mas sempre tive receio de ficar mal feito, estranho, ou ressecado demais. Nos últimos tempos evitei pintar os cabelos justamente porque estava cuidando dele, desde que o antigo visual platinado (de 2012/2013) ressecou os fios. Agora com as pontas saudáveis, resolvi tentar, em casa mesmo, jogar a tinta azul.

 

Material que usamos para descolorir e pintar.

 

Quem fez foi a minha irmã. Ela dividiu meu cabelo em camadas, e seguiu o esquema de californianas (e não ombre). Cada mecha para descolorir deve ser desfiada com o pente antes, assim você não passa água oxigenada em todos os fios, evitando que o loiro fique reto e muito chapado. Depois de deixar o descolorante agir por uns 40 minutos (pois é, estava friozinho no dia e demorou a clarear), lavei e sequei os cabelos.

 

Eu já tinha em casa o tonalizante da cor “Blue Rock” (um azul mais escuro) da Salon Line, que trouxe da Mega Vale Cosméticos. Passamos o tonalizante azul nos fios descoloridos e o recomendado é deixa-lo agir de 20 a 30 minutos (eu deixei 30 min), e lavar os cabelos apenas com condicionador. Foi o que eu fiz.

 

Pensei que o tonalizante faria uma baita lambança pelo banheiro, mas na verdade não soltou cor alguma quando passei o condicionador. MAAAS, no dia seguinte quando lavei com shampoo saiu um pouquinho de azul do cabelo, apesar de não ter desbotado tanto a cor.

 

Eu juro que na foto parece mais ressecado do que estava pessoalmente! Essa é do dia que pintei mesmo.

 

É claro que o descolorante resseca os fios, então minhas pontas não estão tão bonitas quanto as raízes, mas estou cuidando delas com cremes, máscaras e reparadores de pontas. Já havia pintado os cabelos de colorido com anilina quando mais nova, apesar de algumas vezes não deixar a cor tão intensa quanto a ela, achei que a tinta tem uma fixação melhor.

 

É que aos 16 anos usei tinta laranja e ficou uma porcaria. A anilina deixou o efeito MUITO melhor, mas a casa toda ficou da mesma cor.

 

 Tinta x anilina  (sim, eu era emuxa aos 16 anos).

 

A marca de tinta que usei tem várias cores, e se você se interessar, pode dar uma passada na Mega Vale, onde (como já disse) comprei a minha, e conferir as tantas outras opções de cores e marcas disponíveis na loja.

 

Sei que nem todo mundo curte cabelo colorido, mas eu estou gostando muito do meu assim. Fazia MUITO tempo que eu não trocava a cor e nem o corte, então foi divertido pra mim mudar um pouco. Aproveitei e cortei sozinha uma franjinha, não resisti!

 

Um dia depois de pintar e cuidar um pouco mais das pontinhas ressecadas. 

 

E aí, deu vontade de pintar os cabelos de colorido também?

Please reload

Playlist - Novembro 2019

18/11/2019

Halloween de última hora: guloseimas prontas

29/10/2019

1/5
Please reload

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle

POSTS RECENTES

Please reload

TAGS

Please reload

Bárbara Salimena, 27 anos.

É formada nos cursos Artes e Design e Moda da UFJF. Vegetariana, é apaixonada por animais em geral, mas seus maiores amores são a cadelinha Isis e os gatinhos Mia, Vicky, Nick e Lucy. Adora moda, lanches, maquiagem, música, filmes e ler um bom livro.